Logo

São Paulo - SP

Mudar Cidade Padrão

Máx

19ºC

Mín

13 ºC

Somar Meteorologia
Somar Meteorologia
Somar Meteorologia

AGROVIP

Novo produto para você Agricultor!

AGROVIP é o novo produto da Somar Meteorologia, com o foco totalmente voltado para a Agricultura.

Somar Meteorologia

Segunda

06/07

↑ Máx

19ºC

↓ Mín

13ºC

Terça

07/07

↑ Máx

20ºC

↓ Mín

15ºC

Quarta

08/07

↑ Máx

19ºC

↓ Mín

17ºC

Quinta

09/07

↑ Máx

21ºC

↓ Mín

16ºC

Sexta

10/07

↑ Máx

22ºC

↓ Mín

16ºC

Sábado

11/07

↑ Máx

24ºC

↓ Mín

17ºC

Notícias

Mapas

(SATÉLITE) Uma frente fria, entre as regiões sul e sudeste do país, provoca chuva de fraca intensidade e grande nebulosidade sobre os Estados do Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro. No entanto, as circulações dos ventos nos altos níveis da atmosfera e as instabilidades associadas às Ondas de Leste ainda trazem nuvens carregadas e chuva forte no litoral Nordestino, como no Rio Grande do Norte e no Ceará. Já a massa de ar frio favoreceu o grande declínio das temperaturas nas regiões sul do país. (CHUVA) Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) e do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), às 8h40 foram registrados os maiores acumulados de precipitação (em 24 horas) de 165,2mm em Brejo Grande-SE (equivalente a 97% a mais da média do mês), 96,0 mm em Guaramiranga-CE (equivalente a 14% a mais da média do mês), 94,2mm em Aracaju-SE (equivalente a 43% a mais da média do mês), 91,0 mm em São Luis do Quintunde-AL (equivalente a 43% da média do mês), 82,0 mm no Rio de Janeiro-RJ (equivalente a 45% da média do mês), 79,0mm em Maceió-AL (equivalente a 24% da média do mês), 71mm em Barreiros-PE (equivalente a 34% da média do mês), 71mm em Maragogi-AL (equivalente a 33% da média do mês), 69,0 mm em Maraial-PE (equivalente a 37% da média do mês), 69,0mm em Capela-AL (equivalente a 37% da média do mês), 68,6mm em Palmares-PE (equivalente a 97% a mais da média do mês), 65mm em Xexéu-PE (equivalente a 33% da média do mês), 64,0mm em Ribeirão-PE (equivalente a 33% da média do mês) e 63,0 mm em Camaragibe-PE (equivalente a 31% da média do mês). Vale ressaltar que boa parte das chuvas na região nordeste se concentraram entre o fim da manhã de ontem (04) e no fim desta madrugada. (FRIO) Uma massa de ar polar atua em boa parte do sul, deixando as temperaturas baixas, durante esta madrugada e no início desta manhã. Assim, segundo as estações automáticas do INMET, as menores temperaturas registradas, até o momento, foram de -1,2°C em Cambará do Sul-RS, -1,1°C em Urubici-SC, -0,3 em Bagé-RS, -0,2°C em Alegrete-RS, 0°C em São Lourenço da Serra-RS e Lage-SC, 0,2°C em Caçador-SC, 0,4°C em General Carneiro-PR, 0,6°C em Vacaria-RS, 0,8°C em Santa Maria-RS, 0,9°C em Jaguarão-RS, 1,1°C em Curitibanos-SC e 1,3°C em Palmeira das Missões-RS. No entanto, segundo os dados do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (CIRAM), a estação de Urupema chegou aos -4,0°C, sendo a menor temperatura do Brasil. (RECORDES DE TEMPERATURAS) De acordo com informações do INMET esta foi a manhã mais fria do ano nos seguintes municípios do país: -Caçador-SC com 0,2°C (recorde anterior de 0,6ºC em 19/06); -Bela Vista-MS com 7,6°C (recorde anterior de 9,2ºC em 19/06); -Campo Grande-MS com 9,0°C (recorde anterior de 11,8 ºC em 29/05); -Chapadão do Sul-MS com 10,2°C (recorde anterior de 12,0ºC em 16/06); -Dourados-MS com 6,8°C (recorde anterior de 8,3ºC em 16/06); -Rio de Janeiro (Forte de Copacabana)-RJ com 16,4°C (recorde anterior de 16,6ºC em 20/06); -Itiquira-MT com 13,9°C (recorde anterior de 14,1ºC em 20/06); -Ivinhema-MS com 8,6°C (recorde anterior de 8,9ºC em 16/06); -Jardim-MS com 9,7°C (recorde anterior de 9,8ºC em 19/06); -Nhumirim-MS com 11,7°C (recorde anterior de 12,6ºC em 25/06); -Novo Horizonte-SC com 2,7°C (recorde anterior de 3,0ºC em 19/06); -Palmeira das Missões-RS com 1,3°C (recorde anterior de 1,6ºC em 19/06); -Passo Fundo-RS com 1,6°C (recorde anterior de 1,7ºC em 16/06); -Petropólis (Pico do Couto)-RJ com 3,6°C (recorde anterior de 5,1ºC em 26/06); -Ponta Pora-MS com 5,6°C (recorde anterior de 6,1ºC em 16/06); -Pontes de Lacerda-MT com 13,6°C (recorde anterior de 14,4ºC em 19/06); -Porto Estrela-MT com 14,7°C (recorde anterior de 15,4ºC em 26/06); -Santa Maria-RS com 0,8°C (recorde anterior de 1,3ºC em 19/06); -Santiago-RS com 1,7°C (recorde anterior de 2,3ºC em 04/07); -São Gabriel do Oeste-MS com 9,0°C (recorde anterior de 11,6ºC em 14/05); -São Miguel do Oeste-SC com 2,9°C (recorde anterior de 3,8ºC em 16/06); -Sidrolandia-MS com 8,0°C (recorde anterior de 9,2ºC em 29/05); -Sorriso-MT com 16,6°C (recorde anterior de 16,8ºC em 20/06); -Tangara da Serra-MT com 13,3°C (recorde anterior de 14,8ºC em 20/06); -Três Lagoas-MS com 11,1°C (recorde anterior de 12,8ºC em 28/06); (NEVOEIRO) Manhã de hoje (05) com nevoeiro no aeródromo de Santa Maria (no Rio Grande do Sul), com visibilidade horizontal de 200 metros, sendo a menor registrada, até o momento. Fonte: Metar (GEADA) Ocorreram geadas de forma forte no Rio Grande do Sul e na Santa Catarina, como nos municípios em Passo Fundo, São Luiz Gonzaga, Santa Maria, Cruz Alta, Bagé e São Joaquim. As geadas são de maneira moderada em Santa Vitória do Palmar-RS, Lagoa Vermelha-RS, Encruzilhada do Sul-RS, Lage-SC. Já a geada fraca está concentrada em São Joaquim, em Santa Cararina. (VENTO) Os maiores valores de rajadas de vento, nas últimas 13 horas, foram de 85,7km/h no Arraial do Cabo (no Rio de Janeiro), à 01h, e 75,2km/h em Santa Maria (em Santa Catarina), às 21h de ontem. (Fonte: INMET). (ALERTAS E DANOS) Devido às últimas chuvas no nordeste, a Prefeitura do Recife decretou estado de alerta, atendendo também ao pedido da Secretaria-Executiva de Defesa Civil, pois houve muitos deslizamentos de terra e desabamentos de casas. A decretação de alerta convoca servidores das secretarias Executiva de Controle Urbano; de Meio Ambiente e Sustentabilidade; agentes de saúde ambiental; Guarda Municipal; e técnicos da Emlurb, Csurb, CTTU, URB, IASC para se mobilizarem em torno das ações de Defesa Civil. Nos últimos 7 dias, o acumulado de precipitação chegou aos 308,8mm em Recife, o que equivale a 80% da média climatológica (385,6mm). Por conta de toda essa chuva, Recife teve uma morte devido a uma queda de Barreira e duas mortes por soterramento de terra em Sergipe. Em Alagoas a grande quantidade de água fez o Rio Jacuípe transbordar e alagou as ruas do centro de Campestre, no norte do estado. Estragos também no Rio Grande do Norte. O governo decretou situação de emergência por causa de uma cratera aberta na via costeira de Natal. O buraco tem 30 metros de extensão e 10 de profundidade.

Facebook

Previsão do Tempo

Tempo Agora Jornal do Tempo

Redes Sociais