Fonte: Somar Meteorologia
Menu:

SOMAR Meteorologia - El Niño/La Niña


 
Tendência para El Niño e La Niña


Elaboração: 10/03/2017

DESTAQUE: Oceano Pacfico com temperatura em elevao ANLISE: Depois de um curto perodo com guas mais frias que o normal e a formao de um fraco fenmeno La Nia, a temperatura superficial do Pacfico equatorial encontra-se em elevao desde janeiro. Na regio leste, chamada de Nio 1+2, os desvios passaram de 2C na segunda quinzena de fevereiro, enquanto que as reas 3 e 3.4 registraram desvios de at +0,7C e +0,3C em fevereiro, respectivamente. Apesar do aquecimento, tanto o oceano como a atmosfera apresentam comportamento neutro, sem o La Nia do passado e tambm sem influncia da atual elevao de temperatura. Entretanto, nos prximos meses, a temperatura do Pacfico continuar subindo e isto fez com que os institutos internacionais de meteorologia e oceanografia comeassem a trabalhar com a hiptese de reaparecimento do El Nio para o decorrer de 2017. O primeiro instituto a aumentar a chance de El Nio foi Bureau of Meteorology, da Austrlia, em boletim de 28 de fevereiro. De acordo com o rgo, seis de oito simulaes indicam potencial para El Nio at julho de 2017. O Instituto Americano de Oceanografia e Meteorologia (NOAA), dos Estados Unidos, em boletim de 09 de maro, indica maior chance de El Nio na primavera do hemisfrico sul. Por fim, O Instituto de Pesquisas Internacionai (IRI), da Universidade de Colmbia, em sua previso de consenso divulgada em 09 de maro, indica maior chance de El Nio a partir do trimestre julho-agosto-setembro. Em todos os casos, os institutos afirmam que a habilidade das simulaes diminui nas estaes de transio. Ou seja, poderemos correo de rumo nas prximas atualizaes. Aliado a isto, chamamos a ateno que os desvios previstos por todas as simulaes so baixos, pouco acima de 0,5C, fazendo com que o aquecimento fique no limiar entre neutralidade e El Nio. E, por fim, previses americanas indicam dois mximos de temperatura nos trimestres abril-maio-junho e em setembro-outubro-novembro e um vale entre estes dois trimestres. Tudo isso poder gerar um efeito semelhante ao que registramos no ano passado, quando os institutos indicaram potencial para La Nia no primeiro semestre de 2016, voltaram atrs e indicam neutralidade para o decorrer do dia e, finalmente, reafirmaram o fenmeno La Nia no segundo semestre de 2016. Do ponto de vista meteorolgico, eventuais retrocessos no anncio do El Nio no afetaro o cenrio previsto. As simulaes indicam um inverno mais mido que o normal no centro e sul do Brasil em funo da elevao da temperatura do oceano Pacfico, independentemente do rtulo do fenmeno. J o mercado dever repercutir e oscilar mais, j que trabalha com expectativa e frustrao.